Neste blogspot vamos dar sete dicas para reduzir o uso do plástico no seu banheiro e na sua rotina de cuidados pessoais. 

Colocando em ação essas alternativas sustentáveis você reduz o uso e descarte do plástico e deixa seu impacto positivo no Planeta Terra!

Por que reduzir o uso do plástico nos cuidados pessoais?

Você deve ter notado que, nos últimos anos, o cuidado pessoal tem sido cada vez mais valorizado! Segundo a Cosmetic Innovation, o Brasil ocupa o terceiro lugar em gastos com cosméticos.

Isso acontece pois manter uma rotina de higiene pessoal é indispensável para garantir uma vida saudável, já que, independente da sua idade ou gênero, ter esse momento de cuidados proporciona bem-estar e melhorias na sua qualidade de vida, bem como de construção de autoestima. A rotina de higiene pessoal deixou de ser apenas uma questão estética e passou a estar fortemente atrelado à saúde mental.

Mas como essa situação impacta o Meio Ambiente? Em sua maioria, as embalagens de produtos de higiene utilizam o plástico para assegurar o bom armazenamento e conservação de seus conteúdos. Isso gera cada vez mais resíduos plásticos sem tratamento e essa destinação incorreta polui o ar, o solo e a água. 

Estudos afirmam que nosso país produz, aproximadamente, 27,7 milhões de toneladas de resíduos recicláveis por ano. Entretanto, somente 4% disso tudo é realmente reciclado, que corresponde a pouco mais de 1 milhão de toneladas.

Sabendo disso, o resíduo plástico é um dos vilões que nasce em meio a esse abrupto crescimento da indústria cosmética.

Então surge a dúvida: é possível ter uma rotina de cuidados que não traga prejuízos ambientais? A resposta é sim! 

Pensando nisso, em parceria com a Freeda, marca 100% vegana e que se preocupa com você e com a natureza, separamos sete dicas para reduzir o uso do plástico e aplicar à sua rotina de cuidados. Dessa forma, você muda o cenário da geração dos resíduos plásticos, participando da iniciativa “Julho Sem Plástico”.

Troca sustentável número 1: Escova de dentes de bambu

A escova de dentes é um item indispensável para a manutenção da higiene bucal. Seu uso é recomendado para remover a placa bacteriana e os restos de alimentos que aderem aos dentes, língua e gengiva.

A composição e produção da escova de dentes é feita majoritariamente em plástico, sendo o cabo, haste e cabeça feitos de polímeros provenientes do petróleo e as cerdas são feitas de Nylon.

A recomendação dos dentistas é que a escovação aconteça após cada refeição. Por conta disso, a vida útil de uma escova de dentes comum, feita de plástico, não é muito longa, havendo a necessidade de ser substituída após três meses de uso! Isso porque, as cerdas podem se deformar e se desgastar ao longo do tempo, o que acarreta em um menor desempenho na hora da limpeza.

Então, considerando que uma pessoa viva em média 75 anos, ela utilizará cerca de 300 escovas ao longo da vida!

Por isso, para você cuidar do Meio Ambiente, a solução é trocar a escova de plástico por uma mais sustentável, como a de bambu.

São inúmeras as vantagens dessa alternativa ecológica: o bambu é uma planta que se regenera e é uma fonte renovável e, por isso, não causa desequilíbrio ambiental. Também possui propriedades antibacterianas, se for armazenada da forma correta. 

Além disso, outra vantagem da escova de bambu é que ela é compostável, basta retirar as cerdas e destinar ao nosso baldinho ou à sua composteira. 

E se você é fã do “faça você mesmo” também pode utilizá-la como plaquinha de jardins, assim você identifica suas plantas de um jeito prático. Muito legal, né?

Troca sustentável número 2: Fio dental de milho

Você tem costume de usar o fio dental regularmente? Esse item é o parceiro indispensável da escova de dentes para a manter a saúde bucal! O fio dental remove as placas bacterianas e restos de alimentos que muitas vezes não são alcançados apenas com a escovação.

Mas, em sua maioria, esse item é produzido em plástico, sendo composto por nylon ou similares, e tais materiais não são recicláveis e nem biodegradáveis. Pelo contrário, após o descarte ficam na natureza e sua decomposição ocorre de forma lenta, demorando aproximadamente 400 anos. Dessa forma, o fio dental prejudica o Meio Ambiente, sendo um dos responsáveis pela poluição dos solos e oceanos.

Felizmente, existe uma solução sustentável para reduzir o uso do plástico. Para cuidar do Planeta Terra, basta trocar o fio dental de nylon por um à base de milho!

Essa alternativa foi desenvolvida pela empresa Orgânica Natural, a marca 100% brasileira percebeu a necessidade de criar o fio dental ecológico à base do milho não transgênico. O fio dental de milho é compostável e pode ir no nosso baldinho ou na composteira, ou seja, sem poluir o Meio Ambiente!

E não para por aí! A Orgânica Natural, encontrou uma solução para a embalagem também! O fio dental ecológico vem em uma embalagem exterior de papel 100% reciclado.Já o rolo é armazenado em um tubo de vidro. Você pode comprar o refil e reutilizar a embalagem anterior.

Ao optar por essa alternativa, você reduz o uso do plástico e mantém sua higiene bucal em dia, incrível né?

Troca sustentável número 3: Desodorante natural

Você sabia que existem desodorantes naturais? Eles são uma opção mais saudável e sustentável, além de serem uma ótima forma de incluir bons hábitos na rotina.  

Mas por que? O que os diferencia é que a opção natural possui óleos essenciais na sua composição, de origem 100% vegetal.

E qual o problema com os desodorantes comuns? Além de boa parte colocar o alumínio, álcool e parabenos em sua composição, que são nocivos à saúde de pessoas com pele sensível, a embalagem apesar de serem recicláveis, muitas vezes não são recicladas.

Um bom exemplo, é a lata de aerossol. Mesmo considerado um metal reciclável na teoria, deve ser encaminhada a postos de reciclagem especializados! Pois, quando destinados à coleta seletiva comum, muitas vezes não recebem tratamento correto, devido à complexidade do material e falta de recursos das cooperativas de reciclagem.

Quando feitos em creme ou roll-on, suas embalagens são feitas de plásticos! Aumentando ainda mais a poluição e os impactos negativos ao Planeta. 

Por isso, dar preferência aos desodorantes naturais é o melhor caminho se você quer cuidar do Meio Ambiente!

Alguns desodorantes naturais possuem bicarbonato de sódio em seus ingredientes, ou seja, têm ação clareadora! Portanto, para você que sofre com manchas nas axilas causadas pela depilação, essa é uma boa maneira de suavizá-las!

Outras vantagens dele são: além do cheiro, os óleos essenciais em sua composição conferem ação bactericida e antifúngica. Ideal para todos os tipos de pele, combatendo com eficácia os odores causados pela transpiração.

E não é só isso! Ele é amigo do Meio Ambiente pois evita a geração de gases de efeito estufa e não gera poluição química do solo e água.

Existem desodorantes que possuem embalagens feitas de papel e podem ser compostadas, assim sua decomposição ocorre de forma natural e pode virar adubo!

Troca sustentável número 4: Shampoo e condicionador em barra

Se você é uma pessoa que se importa com o Meio Ambiente e busca se conscientizar, já deve ter ouvido falar no shampoo e condicionador em barra! Mas se você ainda não conhece, chegou a hora de entender o porquê trocar esses itens líquidos pelos sólidos.

O cuidado com o cabelo faz parte da rotina de diversas pessoas. Muito além da higiene, ter esse momento de dedicação influencia diretamente na autoestima. Independente do seu tipo de cabelo, o shampoo e condicionador em barra é a melhor opção para sua rotina e para o Planeta Terra!

Boa parte dos itens que utilizamos no cuidado pessoal são produzidos com embalagens plásticas, aumentando a poluição. No Brasil, apenas 1,3% dos resíduos plásticos gerados recebem o tratamento correto. Isso significa que, ao comprar o shampoo e condicionador líquido, a embalagem dele pode acabar em aterros sanitários ou lixões, ou seja, infelizmente ficam na natureza e não são destinados de forma responsável!

Ao preferir a opção em barra, você deixa de consumir e descartar a embalagem de forma prejudicial, pois são feitos em papel reciclável causando menos impacto na natureza!

Outra vantagem é que o shampoo e condicionador em barra duram muito mais. Segundo a marca B.O.B, uma barra é equivalente a 200ml do líquido. Então se você lava o seu cabelo todos os dias, essa é uma alternativa amiga do Meio Ambiente.

A composição dos itens em barra é muito mais natural e não possui químicos que causam danos aos fios, são muito mais cheirosos pois contém óleos essenciais vegetais. São várias opções e você pode escolher o que melhor se adequa ao seu tipo de cabelo e o tratamento desejado.

Troca sustentável número 5: Sabonete em barra

Para as mãos, corpo ou até mesmo o rosto, o sabonete líquido é um produto necessário para a limpeza diária. Há quem prefira o sabonete em barra e essa é a melhor escolha para a higiene pessoal!

O sabonete líquido, assim como o shampoo e condicionador, também gera poluição plástica por conta da sua embalagem. Além disso, o sabonete líquido pode causar alergias e é mais propenso a transmitir bactérias devido a contaminação do recipiente (principalmente quando feitos em plásticos).

Outro ponto importante é analisar a embalagem do seu sabonete sólido e se há presença de plástico, procure nas prateleiras os de embalagem de papel que são menos nocivos à Natureza! Se for compostável é ainda melhor, já que se degrada naturalmente.

Para evitar o ressecamento da pele, dê preferência aos sabonetes que possuem ingredientes naturais em sua formulação. Para isso, é preciso analisar a composição descrita na embalagem e escolher a que melhor se adequa à sua rotina sem causar danos à sua pele.

O sabonete em barra apresenta um melhor rendimento que os líquidos e há diversas opções disponíveis para fazer uma escolha consciente!

Troca sustentável número 6: Hastes flexíveis de papel

Você sabia que a haste flexível de plástico, também conhecida como cotonete, é um dos itens mais encontrados em praias?

A Sea Sheperd realiza a “Operação Ondas Limpas” no Brasil. A organização cria mutirões de limpeza nas praias, tanto na costa quanto no fundo do mar (via mergulho).

Boa parte dos relatos da ONG, mostram a presença de hastes flexíveis de plástico como um item de poluição nos oceanos. Em um único mutirão, realizado pela organização numa praia de Pontal do Paraná, foram encontrados 360 itens como canudos, hastes de pirulito e cotonetes.

Reiterando os dados da Sea Shepherd, o Ministério do Meio Ambiente também disponibiliza para consulta pública o resultado dos Mutirões de Limpeza, desenvolvidos pelo “Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar”. Somente no último ano, no Paraná, foram retirados das praias 2002 hastes de cotonete!

E para que você faça parte da mudança do cenário da poluição por plástico, você pode começar com uma simples mudança de hábito: troque as hastes de plástico pelas hastes flexíveis de papel! Essa opção é mais sustentável, pois gera menos impactos negativos ao Meio Ambiente, principalmente por ser compostável!

Ao optar pelas hastes de papel, além de manter sua higiene pessoal em dia, você reduz o uso do plástico e destina o seu “lixo” de forma responsável, transformando-o em adubo.

Essa é uma ótima alternativa para os cuidados diários! Utilize-as para higienização da parte externa das orelhas, umbigo e nariz.

Além da higiene, esse produto pode ser usado para aplicar medicamentos e é perfeito para retocar maquiagem. É um produto prático e que pode ser usado em adultos, crianças, bebês e pets.

Mas atenção: caso seja utilizado com algum produto químico, como maquiagem, não pode ser compostado, viu?

É hora de agir!

Agora que você viu as sete dicas para reduzir o uso do plástico no seu banheiro, é hora da ação! Essas alternativas sustentáveis são fáceis e práticas para colocar na sua rotina, são muito mais econômicas e aplicando no seu dia a dia você faz a diferença junto com a gente!

Os produtos deste blogpost estão disponíveis na loja oficial da Freeda, parceira da Composta+ neste Julho Sem Plástico!

E se você quer continuar deixando sua marca no mundo, no primeiro blogpost da série Julho Sem Plástico, trouxemos dicas para você reduzir o uso do plástico na sua cozinha e explicamos o que é este movimento tão importante para o Meio Ambiente. Corre lá conferir!