Neste blogspot, vamos dar oito dicas para você aprender como reduzir o uso do plástico na sua cozinha e assim ser mais sustentável. Dessa forma, sua atitude ajuda o Meio Ambiente e você deixa seu impacto positivo no mundo!

Por que reduzir o uso do plástico?

Você já deve ter ouvido falar que o plástico é um material altamente poluente e se tornou uma ameaça à natureza e à sociedade. Isso acontece pois, além de poluir o Meio Ambiente ao ser produzido, por meio da emissão de gases poluentes, que contribuem para o efeito estufa e aquecimento global, o plástico também polui o solo, o ar e a água após ser descartado.

Apesar de serem materiais recicláveis, poucos são realmente reciclados! Assim, mesmo que sejam descartados corretamente, os materiais plásticos tem muitas chances de não receberem o tratamento correto.

De acordo com a Agência Brasil, nosso país produz, em média, 27,7 milhões de toneladas de resíduos recicláveis todos os anos. E, infelizmente, apenas 4% disso tudo é realmente reciclado.

Por isso, precisamos olhar com atenção para o futuro do nosso planeta! E para tornar isso possível, o caminho é buscar alternativas para reduzir o uso do plástico. Por meio de trocas sustentáveis e a mudança de hábitos, vamos conseguir construir um futuro muito mais verde!

Movimento Julho Sem Plástico!

O movimento “Plastic Free July” surgiu em 2011 como iniciativa da Plastic Free Foundation, organização australiana. O movimento busca incentivar a população à reduzir o uso e descarte de resíduos plásticos ao longo mês de julho.

Em seu último relatório, a organização revelou que 140 milhões de pessoas aderiram à campanha. Dessa forma, mais de 300 milhões de resíduos plásticos deixaram de ser consumidos e descartados, reduzindo o desperdício em 2.1 milhões de toneladas e, assim, evitando a poluição do Meio Ambiente.

Por isso, separamos algumas dicas para você reduzir o uso do plástico aí na sua casa! Em parceria com a Macaia Eco, marca curitibana que se preocupa em impulsionar mudanças para preservar o Planeta Terra, trouxemos alternativas práticas para colocar em ação o Julho Sem Plástico na sua cozinha!

Então, vamos começar?

8 formas de reduzir o uso do plástico na sua cozinha

Nós sabemos que com a correria do dia a dia, fica difícil encaixar novos hábitos na rotina. Porém, com pequenas trocas inteligentes, adotar práticas sustentáveis é muito mais fácil!

Para garantir que seu lar esteja sempre cheiroso, limpo e organizado, é comum recorrer a produtos que prometem eficácia e praticidade, não é mesmo? Mas, neste momento, também é importante lembrarmos da sustentabilidade!

Dê preferência à produtos que geram menos impactos negativos ao meio ambiente, seja um produto orgânico ou um produto feito por meio da reciclagem de outras matérias primas.

Veja abaixo alguns substitutos para os produtos feitos de plástico que você pode usar na sua cozinha!

Troca sustentável número 1: Esponja de rede de pesca

As esponjas sintéticas estão presentes na rotina da cozinha, servem para a limpeza de louças, fogões e pias. Com certeza tem uma aí na sua casa, né?

À primeira vista, as esponjas sintéticas podem parecer inofensivas, mas esse produto é péssimo para a sua saúde e para a do Planeta.

As esponjas são focos de proliferação de bactérias, que podem fazer mal ao seu bem-estar!

Por conta disso, os fabricantes recomendam que o descarte deste material ocorra a cada 10 ou 15 dias, para garantir a integridade do produto e evitar a transmissão dos microrganismos às louças.

Considerando que a troca da esponja ocorra a cada 10 dias, utilizamos no mínimo 36 esponjas de limpeza em média, por ano! São muitas esponjas!

Infográfico sobre porque reduzir o uso da esponja sintética para reduzir o uso e descarte do plástico
Infográfico sobre os impactos do uso da esponja sintética em Curitiba. Imagem: Composta+.

Além disso, a composição da esponja sintética é uma mistura de polímeros e abrasivos, ou seja, é 100% plástico. Por conta disso, o tratamento correto para esse tipo de resíduo se torna muito caro, e consequentemente, inviabiliza a reciclagem.

Mas calma, pois existem alternativas à utilização da esponja sintética para você reduzir o uso do plástico de um jeito fácil.

A esponja feita a partir da rede de pesca industrial do Projeto Águas Limpas, por exemplo, é uma iniciativa que viu no resíduo uma oportunidade de transformação!

As redes de pesca, que seriam descartadas na natureza, são transformadas em um produto sustentável para o dia a dia na cozinha. Além disso, ao aderir essas esponjas, você apoia artesãs brasileiras e fortalece a economia circular.

Essas esponjas apresentam um maior tempo de vida útil, cerca de 5 a 6 anos. Dessa maneira, é possível reduzir facilmente a utilização de no mínimo 180 esponjas sintéticas em 5 anos.

Esponja de rede de pesca pode reduzir o uso do plástico na cozinha
Esponja feita de rede de pesca industrial.
Foto: Composta+

Troca sustentável número 2: Escova de Bambu

A escova de plástico para louças é usada em limpezas pesadas, onde a sujeira se adere e somente esse utensílio consegue remover. Da mesma forma que as esponjas sintéticas, esse produto pode abrigar diversas bactérias e germes nocivos à saúde. Por isso, a troca constante é necessária!

Dado o cenário do resíduo, a alternativa mais sustentável é evitar o uso das escovas de plástico, substituindo-as por uma opção que seja amiga da natureza, para assim reduzir o uso do plástico e diminuir a poluição.

Uma ótima opção é a escova de bambu! Esse produto é encontrado em diversos formatos e é utilizado para a limpeza de utensílios, como copos, pratos, panelas, entre outros. Além disso, alguns modelos servem para a higienização de frutas, verduras e legumes.

Em sua maioria, as escovas de bambu são feitas de forma 100% artesanal e podem ser compostadas, ou seja, podem ser recicladas juntamente com os resíduos orgânicos. Para fazer esse descarte correto, basta retirar as cerdas antes de destinar a compostagem.

Dica extra: existem modelos que usam fibra de Agave nas cerdas, então não é preciso remover os fios antes de descartar.

Escova de Bambu é uma alternativa sustentável para reduzir o uso do plástico.
Escova de Bambu com cerdas de Agave.
Foto: Composta+

Uso de Plástico Descartável

Com o uso recorrente em eventos, sejam eles corporativos ou não, o consumo de descartáveis se popularizou com a promessa de facilidade e praticidade.

Em matéria publicada em 2021, a PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) buscou evidenciar a problemática do envio de produtos de plástico descartável pelas plataformas de delivery. O relato mostra que durante a pandemia por COVID-19, houve um aumento de 187% com gastos em aplicativos por parte da população. Somente o iFood atingiu 48 milhões de entregas por mês. Sendo assim, você consegue imaginar a quantidade de plástico que foi enviado juntos aos pedidos?

Com a poluição por plástico em evidência, recusar produtos que são de uso único é uma das formas de cuidar do Meio Ambiente.

Mas afinal, o que podemos usar para substituir os descartáveis? Algumas empresas já vem se posicionando e assumindo sua responsabilidade na ampla distribuição desses resíduos, inserindo novas medidas para combater a poluição. Mas para fazer a sua parte, veja as mudanças que pode aplicar:

Troca sustentável número 3: Canudo de Inox

Você sabia que usamos o canudo por apenas quatro minutos? É isso mesmo, utilizamos esse produto por pouquíssimos minutos!

O tempo de uso dos canudos de plástico é muito curto, mas a decomposição não acontece da mesma forma! Esse resíduo plástico leva em torno de 450 anos para se decompor por completo na natureza.

Por isso, uma ótima troca sustentável é substituir o canudo de plástico pelo de inox. Além de durar anos, os canudos de inox são super práticos e você pode levá-los para todos os lugares! Eles também são ótimos para as crianças.

Geralmente, você pode encontrar o canudo de inox em diversas formas, reto, curvado, mais finos, outros com o diâmetro maior (ideal para shakes e vitaminas).

Canudo de inox é uma forma de reduzir o uso do plástico no seu dia a dia
Kit de canudos em aço Inox.
Foto: Composta+.

Troca sustentável número 4: Copo de Silicone

No Brasil, aproximadamente 720 milhões de copos descartáveis são consumidos por dia, seja em restaurantes, bares, ou até mesmo em casa.

Mas não é só o número que assusta, o uso desse produto gera diversos impactos negativos na natureza!

Para ter mais chances de ser reciclado, o material plástico precisa estar limpo. Isso porque, materiais sujos encarecem o processo de reciclagem.

Outro ponto importante e que inviabiliza o processo da reciclagem é que devido ao seu peso, há a necessidade de acumular o material antes dele realmente ser reciclado, exigindo uma estrutura que muitas cooperativas não tem.

Porém, para mudar essa realidade, uma ótima opção para recusar o descartável e ser mais sustentável é optar por copos de silicone reutilizáveis!

Essa opção é super prática pois os modelos são retráteis e com tampa, portanto, não ocupam espaço na bolsa. Demais né?

Troca sustentável número 5: Talheres de Bambu

Os talheres são itens indispensáveis na hora de fazer uma refeição.

Como citamos anteriormente, o aumento no número de pedidos de alimentos por delivery cresceu nos últimos anos. Se você tem o hábito de fazer pedidos por essas plataformas, fique atento à oferta dos talheres de tipo descartável.

Embora alguns restaurantes já perguntem se há a necessidade envio, e alguns até cobrem um valor a parte por estes objetos, existem outros que fazem a distribuição sem se preocupar com o uso e descarte desses materiais, bem como os impactos negativos que causam à natureza.

Assim como a escova, os talheres de bambu são feitos a partir de fontes renováveis, portanto são menos nocivos ao meio ambiente. Eles podem ser compostados e boa parte é de produção artesanal. Em comparação com o plástico, o talher de bambu é muito mais resistente a quebra, manchas e de fácil higienização.

Além disso, ao consumir produtos provenientes do bambu, você colabora com a regeneração de solos degradados. Por ser de fácil desenvolvimento, é uma alternativa à madeira, dessa forma não há risco de desmatamento! Essa planta cresce em torno de trinta centímetros por dia e libera em torno de 35% de oxigênio a mais na atmosfera.

Troca sustentável número 6: Ecobag

Você sabia que na hora de ir ao mercado ou à feira, a ecobag pode ser a sua melhor amiga? A sacola ecológica nasceu com o propósito de preservar o Meio Ambiente através da reutilização, por isso, é perfeita para evitar as sacolas plásticas de uso único, contribuindo para a redução do uso e descarte do plástico.

Além de praticidade, a ecobag apresenta uma maior resistência comparado a sacola plástica e suporta em média 12kg a 15kg. Ela também possui uma maior durabilidade, de aproximadamente cinco anos. Além disso, em sua maioria, são feitas de algodão cru e podem ser higienizadas com água e sabão. Devido ao material, não liberam micro plásticos durante a lavagem. E por serem reutilizáveis, não há a necessidade de descarte.

Existem diversos modelos de ecobag, mas o importante é escolher a que melhor se adequa ao seu dia a dia! Independente do seu estilo, a sacola é versátil e ecologicamente correta.

A ecobag é uma alternativa para reduzir o uso do plástico
Ecobag em algodão cru.
Foto: Composta+.

Troca sustentável número 7: Saco de Algodão

Sabe aqueles saquinhos plásticos que você utiliza para colocar as frutas, legumes e verduras? Está na hora de trocar pelos reutilizáveis!

É importante que você saiba que, assim como a sacola plástica e o descartável, o saquinho de feira é pouco valorizado e muitas vezes está sujo, por isso, costuma não ser reciclado. Por não receber o tratamento correto, vai parar em aterros sanitários, lixões ou até mesmo na natureza.

Dito isso, para praticar a sustentabilidade, dê preferência à redinhas de algodão cru. Os saquinhos duram muito e são super práticos para o dia a dia. Elas são produzidas com tecido de fibra natural e, assim como a ecobag, não há liberação de micro plásticos na hora da lavagem. Com esses saquinhos, você evita o uso e descarte do plástico, cuidando do Meio Ambiente!

Reduza o uso do plástico com sacos de algodão para feira e mercado.
Redinha de algodão cru para feira.
Foto: Composta+.

Troca sustentável número 8: Compostagem

A compostagem é mais um hábito prático e sustentável que você pode incluir na sua rotina para cuidar do Meio Ambiente. Dando o destino certo aos resíduos orgânicos, você evita a poluição do solo, do ar e da água, além de construir um futuro muito mais verde para todos!

O ato de compostar gera benefícios à sua saúde e a Natureza! Mas como? A compostagem é o tratamento correto para os resíduos orgânicos, que transforma o que antes era “lixo” em Adubo Orgânico. Além disso, evita a produção de gases poluentes que causam o efeito estufa e o aquecimento global, bem como a protege o solo, ao deixar de produzir o chorume tóxico.

Na Composta+, ao assinar um dos nossos planos de coleta e compostagem, você recebe sacolas compostáveis, que reduzem o uso do plástico! Até agora, julho de 2022, ajudamos a mudar o cenário da poluição plástica, deixando de utilizar 494.408 sacolas plásticas.

E agora?

Agora que você já viu como reduzir o uso do plástico na sua cozinha, é hora de começar a agir! Essas substituições são uma forma simples de cuidar do nosso planeta e acredite, isso faz toda diferença. Se você puder, participe do Julho Sem Plástico e aplique essas trocas sustentáveis na sua cozinha! Agindo juntos, vamos conseguir reduzir o uso e descarte do plástico e, assim, transformar o Planeta Terra em um lugar muito mais sustentável!

Se você quer começar a praticar a sustentabilidade, todos os produtos expostos neste blogpost estão disponíveis no site da Macaia Eco, marca parceira da Composta+ neste Julho Sem Plástico, que busca mudar o cenário da poluição plástica junto com a gente!