Se você é uma pessoa preocupada com o Meio Ambiente e busca alternativas práticas para aplicar a sustentabilidade no seu dia a dia, este blogpost é pra você! Neste texto vamos te mostrar como a economia circular gera impacto positivo na Natureza e reduz o uso e descarte do plástico. Com essas dicas, você pratica o cuidado com o Planeta Terra e contribui para a construção de um futuro muito mais sustentável!

O que é a economia circular?

Você já deve ter ouvido falar dos 3R’s, que são um conjunto de atitudes que podemos aplicar para cuidar do Meio Ambiente, são eles: reduzir, reutilizar e reciclar.

Mas a economia circular vai muito além desses três conceitos, além de impulsionar a sustentabilidade, ela acompanha o curso de desenvolvimento social e econômico, bem como inclui os avanços tecnológicos nesse processo. Esse conceito busca o equilíbrio na hora de produzir e consumir. 

E como a economia circular funciona na prática? Ao fazer trocas sustentáveis, como optar por produtos de marcas sustentáveis que incentivam um consumo mais consciente, e que, portanto, geram menos resíduos, você incentiva esse ciclo de cuidado com a Natureza. 

No Brasil, segundo a pesquisa feita pelo NielsenIQ, plataforma que mensura os comportamentos de consumidores e dados de varejo, 49,2% das pessoas buscam por produtos ecologicamente corretos. Isso por se preocuparem com o Meio Ambiente e com o futuro do Planeta.

É importante dizer que, na atualidade, o sistema de produção majoritário acontece de forma linear e isso faz com que haja recorrência na exploração de recursos naturais, bem como um aumento na geração de resíduos.

Por isso, o caminho para reduzir os seus impactos ambientais e sociais negativos é apoiar a economia circular. Dessa forma, você faz com que o resíduo seja transformado e valorizado, evitando a poluição plástica que prejudica as florestas, rios, lagos, mares e oceanos.

E já que estamos falando de economia circular, em parceria com a Onda Eco, a marca de produtos de limpeza ecológicos que utiliza plástico retirado de áreas oceânicas em suas embalagens, separamos algumas dicas para você reduzir o uso e descarte do plástico!

Qual o papel das empresas na economia circular?

Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria em 2019, mostra que 76,5% das empresas brasileiras já implementam a economia circular em seus processos, mesmo que somente 30% saiba do que se trata a iniciativa.

Ainda nesta pesquisa, entre as práticas mais desenvolvidas pelas empresas, estão a otimização de processos, insumos circulares e recuperação de recursos. Mas como isso beneficia as empresas? 

Com a otimização da cadeia de produção e a recuperação de recursos, as organizações passam a reduzir o desperdício, gerando menos lixo e menos custos. Mas além da economia financeira, a pesquisa da CNI revela que um dos maiores motivos para aderir à iniciativa circular foi o pedido dos clientes, que estão cada vez mais preocupados em consumir marcas que atuem a favor da sustentabilidade. 

Portanto, para promover a fidelidade dos que já conhecem sobre a economia circular e instigar a mudança de comportamento dos consumidores que ainda não a praticaram, as organizações adotaram medidas em favor à causa socioambiental, justamente por reconhecerem a necessidade deste tema. 

Contudo, ao colocar em prática a sustentabilidade, você incentiva esse movimento circular, fazendo com que as empresas se posicionem de forma sustentável, e assim, se destaquem no mercado.

Qual o seu papel na economia circular?

Como você viu, a população exerce responsabilidade sobre os efeitos do uso e descarte do plástico, afinal, são os consumidores que decidem quais marcas irão apoiar e, consequentemente, fortalecer. 

Sendo assim, uma das bases da economia circular, é considerar que todos os envolvidos no ciclo de um produto devem ter consciência, tanto na utilização, como na reutilização e destinação, por isso, os consumidores são uma parte fundamental neste movimento.

Ao percorrer a prateleira do supermercado encontramos uma variedade de produtos de limpeza, que independente da sua utilidade, possuem um ponto em comum: tem plástico nas embalagens. 

Segundo a WWF, 80% da poluição plástica nos mares e rios é originada em terra. E embora alguns plásticos sejam considerados recicláveis, muitos não são de fato reciclados. Isso acontece devido a falta de recursos e estrutura das cooperativas de reciclagem, bem como a destinação incorreta por parte da população.

Com a economia circular e a conscientização, é possível mudar este cenário! Isso pois, com o controle de produção e reaproveitamento dos resíduos, diminuímos a carga de poluição e contaminação do Meio Ambiente, já que os materiais são reaproveitados.

Como colocar a economia circular em prática?

Um exemplo da economia circular na prática é utilizar produtos que tenham plástico reciclado nas embalagens!

Aqui na Composta+, os nossos Adubos Orgânicos de 1kg, 2kg e 5kg tem sua embalagem feita com plástico reciclado. Assim, ao reaproveitar plásticos que já existiam, evitamos a produção de novos, diminuindo a geração de resíduos e fortalecendo a economia circular. 

Outra forma de praticar a sustentabilidade e impulsionar o ciclo de desenvolvimento socioambiental é colocar a compostagem como um hábito recorrente. Ao fazer a destinação correta dos resíduos orgânicos, evitamos a emissão de gases poluentes e a produção de chorume tóxico que contribuem para o efeito estufa e o aquecimento global.

Adubo Orgânico feito através da compostagem.
Adubo Orgânico
Foto: Composta+

A Onda Eco, parceira da Composta+ no Julho Sem Plástico 2022, também contribui para a economia circular. O material plástico utilizado nas embalagens dos produtos de limpeza ecológicos é retirado de áreas oceânicas! Dessa forma, a Onda Eco reduz o descarte de novos plásticos no Meio Ambiente e contribui para a limpeza dos litorais, mares e oceanos.

Eles também disponibilizam um manual para fazer o descarte correto das embalagens. Existe a opção de encaminhar as embalagens dos produtos diretamente para pequenas associações e cooperativas, gerando renda para a população que necessita de proteção social que vivem em situação de vulnerabilidade, causada pela pobreza.

Multiuso Onda Eco
Foto: Composta+

Como começar?

Agora que você já viu a importância da economia circular, é hora de colocar em prática! Por isso, separamos cinco dicas para você fortalecer e incentivar o cuidado com o Meio Ambiente, anota aí:

  • Dê preferência a marcas que contribuem para a economia circular e desenvolvem produtos ecologicamente corretos e responsáveis;
  • Faça trocas sustentáveis! Temos alguns conteúdos para você aprender a colocar isso em prática:
  • Pratique a compostagem! Ao compostar você dá o destino certo para o seu “lixo” orgânico, que é transformado em adubo. Assim, você contribui para redesenhar a destinação do “lixo” e torná-la muito mais responsável;
  • Doe! Sabe aquela roupa que está parada no seu guarda-roupa? Ao invés de descartar, procure doar para pessoas ou instituições de caridade. Assim, além de incentivar a economia circular, você ajuda o próximo!
  • Vá a feiras de produtos orgânicos e artesanais, os pequenos negócios buscam reduzir os impactos negativos ao Meio Ambiente através da economia circular. Ao aderir esse hábito, você coloca em prática a sustentabilidade e gera renda.

E este foi o último blogpost da série “Julho Sem Plástico” da Composta+ de 2022. No primeiro vimos como reduzir o uso e descarte do plástico na sua cozinha, e na sequência, no segundo, demos algumas dicas para diminuir a poluição da rotina de cuidados pessoais!

Juntos, podemos mudar o curso dos impactos ambientais e sociais negativos. Por isso, faça troca sustentáveis no seu dia a dia, assim, você incentiva a economia circular e cuida do Planeta de forma prática!