A compostagem é muito mais antiga do que imaginamos, e nada mais é do que a reciclagem de resíduos orgânicos. Não existe uma data específica de quando ela foi descoberta, ou até mesmo quem descobriu essa prática, mas é fato que os agricultores já adotavam essa prática há muitos anos. O princípio básico da compostagem se desenvolveu a partir da própria terra, através de tentativas e erros que o agricultores utilizavam para buscar melhores condições e benefícios para as plantações.

Entre os séculos XVIII e XIX, agricultores europeus levavam seus produtos para os grandes centros e cidades que estavam em expansão, e quando retornavam para às suas terras, transportavam os resíduos sólidos urbanos e utilizavam esse resíduo orgânico para a correção do solo. Desta forma, toda a produção vegetal era sustentada através da reciclagem destes resíduos. Naquela época, praticamente todos os resíduos urbanos combustíveis eram reaproveitados de alguma forma.

Com o crescimento acelerado das cidades, o aumento populacional, e o surgimento de indústrias cada vez mais poluentes, ficou cada vez mais difícil armazenar os resíduos sólidos produzidos, e os depósitos passaram a ser inadequados e ineficientes. Devido à esse crescimento, a produção agrícola também aumentou e a produção animal passou à acontecer em empresas que faziam o processo de engorda dos animais em locais fixos. Tudo isso desencadeou um problema governamental bem sério. 

A produção de lixo era cada vez maior, e, por razões econômicas e tecnológicas, o valor dos resíduos que anteriormente eram reaproveitados diminuiu consideravelmente, tornando inviável o reaproveitamento dos mesmos. Sendo assim, infelizmente, os resíduos passaram a ser depositados em áreas hoje conhecidas como aterros sanitários ou até mesmo “lixões” – que além de causar mal cheiro, liberam gás metano e chorume, resultando na poluição do meio ambiente, e causando impactos em nossa qualidade de vida.

A boa notícia é que passamos a repensar a nossa forma de consumo, e hoje temos muito acesso à informação. Sabemos que a compostagem é um processo totalmente viável e necessário. Devolver os resíduos orgânicos para um ciclo natural, enriquece nosso solo para a agricultura e jardinagem, além de ser uma maneira de reciclar o lixo orgânico produzido pela população. 

Assim como nossos antepassados mudaram o destino do lixo, nós também temos esse poder de mudança. Bora compostar?

Leave a Reply

Open chat